Home  //  Informações  //  Última Notícias  //  Polícia
Polícia
Por Administrador   
Segunda-Feira, 14 de Dezembro de 2015, 08:06.

 

Polícia Civil deflagra Operação 3º Tempo e desmantela quadrilha do tráfico


A Delegacia de Polícia Civil de Dom Pedrito desencadeou, na manhã de sexta-feira (11), a operação Terceiro Tempo. A ação contou com cerca de 35 agentes de Dom Pedrito e Bagé, além de agentes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).

Dez mandados de prisão foram expedidos pelo Poder Judiciário. Seis pessoas foram presas em suas residências, quatro já se encontravam recolhidas no sistema penitenciário e receberam prisão preventiva. Os mandados foram cumpridos em diversas regiões da cidade, os quais resultaram na prisão de Rodrigo Lopes Soares, vulgo “Seco”, Carmem Eliane Almeida Rodrigues, conhecida por “Carmem Renga”, Cristiane Marques Silveira, Kaique Veloso Silveira “Neguinho” e Romildo Casturiaga Cassuriaga, vulgo “Esquilo”.

Segundo a Polícia, o tráfico de drogas seria comandado pelo líder do grupo, Pablo Gonçalves Teixeira, conhecido por “Tuco Tuco”, que está preso em Uruguaiana, na fronteira Oeste.

De acordo com os policiais civis, o nome da operação se deu pelo fato de “Tuco-Tuco” ser preso pela terceira vez. No grupo ainda está envolvida Alana de Oliveira Boijink, presa recentemente com haxixe, quando estava chegando na Capital da Paz em um ônibus que faz a linha Porto Alegre – Dom Pedrito. Évertom Machado da Silva também faz parte deste grupo e foi preso recentemente em flagrante por tráfico na cidade de Guaíra, no Estado do Paraná. Ontem, o suspeito recebeu uma nova prisão preventiva.

Segundo o delegado Cristiano Ribeiro Ritta, responsável pela ação, a investigação do grupo durou dois meses e o tráfico seria comandado de dentro do Presídio. “Há integrantes de Bagé, Uruguaiana e Guaíra envolvidos no esquema”, explicou.

Em Guaíra, os policiais apreenderam, na operação, 19 quilos de maconha. Em Dom Pedrito, foram apreendidas grande quantidade de crack, cocaína e maconha, além de dinheiro, celulares, munições, um facão e duas balanças de precisão, além de dois veículos e três motocicletas. “Com essas prisões e apreensões, a operação conclui-se com saldo positivo, pois conseguimos cumprir todas as medidas”, ressaltou. A Polícia Civil estima um prejuízo de R$ 300 mil para o grupo.

 
Fonte: Jornal Ponche Verde
Fotos: Claudenir Munhoz

Todas as Notícias

Cidade

Tradicionalismo

Geral

Agronegócios e Meio Ambiente

Notícias do Executivo

Notícias do Legislativo

Polícia

Saúde e Lazer

Previsão Climática

Voltar ao topo