Home  //  Informações  //  Última Notícias  //  Polícia
Polícia
Por Administrador   
Quarta-Feira, 09 de Março de 2016, 10:02.

 

Juri desqualifica acusação de homicídio e réus são enquadrados em lesão corporal seguida de morte


Encerrou na madrugada de hoje, quarta-feira (09), o julgamento do caso de Emerson Luiz Marques Gularte “Mersinho” onde os reús Mauro Antônio Comin, Eduardo da Silva Mello, Rogério Motta Duarte e Tiago Ojeda Rockemback foram, por decisão dos sete jurados, desenquadrados da acusação de homicídio e responderão por lesão corporal seguida de morte.

Em entrevista ao Portal Qwerty, o promotor Cláudio Rafael Morosin Rodrigues, que ficou responsável pela acusação juntamente com a promotora Karen Cristina Mallmann, deixou bem claro à nossa reportagem que o Ministério Público não ficou contente com a decisão.

“A decisão do juiz não foi proferida ainda. A tese defensiva que foi acolhida em plenário, foi um pedido de desclassificação para um crime que não fosse doloso contra a vida e, pretendia a defesa, a desclassificação para a lesão corporal seguida de morte. O júri acolheu esse pedido e agora é aguardar a decisão que o juiz presidente dará nos próximos dias. Só queria deixar ressaltado que isso não é o que o Ministério Público esperava no julgamento, pois reputávamos que haviam provas suficientes para a condenação do homicídio qualificado, mas respeitamos e muito a decisão dos jurados que é soberana”, declarou o promotor.

O juiz Luis Filipe Lemos de Almeida dará a sentença nos próximos dias. É necessário lembrar que a decisão do júri é soberana.

 
Fonte e Fotos: Pensante e Livre/Portal Qwerty

Todas as Notícias

Cidade

Tradicionalismo

Geral

Agronegócios e Meio Ambiente

Notícias do Executivo

Notícias do Legislativo

Polícia

Saúde e Lazer

Previsão Climática

Voltar ao topo