Home  //  Informações  //  Última Notícias  //  Geral
Geral
Por Adminitrador   
Segunda-Feira, 20 de Outubro de 2014, 09:00.

 

Chuva de meteoros visível atinge pico nesta semana


Em outubro teremos a chance de observar a chuva de meteoros Orionídeas. Neste ano (2014) a chuva vai acontecer perto do equador celeste. Isso significa que será igualmente visível em ambos os hemisférios norte e sul. Se você estiver no lugar certo, na hora certa e olhando na direção correta, você poderá ver até 20 meteoros por hora. Será a segunda vez no ano que ocorrerá esse fenômeno que tem origem na passagem da Terra pela poeira e detritos liberados pelo cometa Halley. O ponto de onde os meteoros serão irradiados está localizado dentro da constelação de Orion (visível no Hemisfério Sul).

A chuva de meteoros Orionídeas geralmente começa em 15 de outubro e vai até o dia 29 do mesmo mês. O pico da chuva pode durar duas ou três noites aproximadamente, entre 21 a 23 de outubro.

Vá para fora, encontre um local escuro e olhe para Nordeste (NE) a Leste (L), perto da constelação de Orion (a constelação de Orion tem três estrelas centrais: Alnitak, Alnilam e Mintaka, popularmente conhecidas como Três Marias). Essa chuva de meteoros são para os madrugadores. A melhor horário para ver as Orionideas é entre 00:00h até o amanhecer. O radiante é “próximo” e estrela Betelgeuse em Orion.

A maioria dos meteoros parecem vir de um determinado ponto no céu, o chamado radiante. As chuvas de meteoros comumente recebem o nome da constelação em que o radiante é encontrado, e ocorre anualmente durante um período de tempo bem definido. No nosso caso as Orioniadeas parecem se originar na constelação de Orion, mas fica só nisso, na verdade essa chuva não vem de Orion, portanto a constelação é apenas um ponto de referência no céu.

 
Fonte: Bússola de Plasma
 

Todas as Notícias

Cidade

Tradicionalismo

Geral

Agronegócios e Meio Ambiente

Notícias do Executivo

Notícias do Legislativo

Polícia

Saúde e Lazer

Previsão Climática

Voltar ao topo