Home  //  Informações  //  Última Notícias  //  Geral
Geral
Por Administrador   
Segunda-Feira, 26 de Agosto de 2013, 11:11.

 

Acadêmicos da Unipampa de Dom Pedrito iniciam o processo de produção de vinhos


Na última quinta-feira (22) iniciaram os processos de vinificações na Universidade Federal do Pampa (Unipampa) de Dom Pedrito. Cerca de 27 acadêmicos do curso de Enologia, juntamente com professores, começaram a elaborar seis diferentes vinhos experimentais. Uma grande quantia de uvas foi adquirida do centro do país, pois nesta época não há produção desta fruta nas regiões próximas.

Com todos os equipamentos que uma vinícola possui, a universidade adquiriu toda a maquinaria necessária para a produção de vinhos, sendo estes equipamentos de última geração, importados da Itália. Com essa experimentação e processo prático, oportunizará aos acadêmicos uma experiência didática bastante diversificada, sendo assim, irá contribuir ainda mais na formação dos futuros enólogos.

O professor Marcos Gabbardo, responsável pela disciplina denominada Práticas Enólogicas, explica que a turma foi divida em grupos, na qual eles irão produzir o vinho que desejam, como por exemplo, o vinho aromático, rosé, brancos, entre outros. "Com a chegada de novos equipamentos de uma vinícola na Unipampa, a comunidade acadêmica se esforçou para viabilizar essa vinificação fora de época na Campanha gaúcha, que geralmente ocorre entre janeiro a março", enfatiza o professor. Conforme Gabbardo, os alunos terão de passar por várias etapas para produzir um vinho, que posteriormente poderá ser degustado pela comunidade.

"O bacharelado em Enologia existe somente em Dom Pedrito, e este processo que se iniciou agora só acrescentará em qualificação e aprendizagem aos nossos acadêmicos". A partir deste processo, também terão início as atividades de pesquisa e extensão, como por exemplo, a elaboração de um suco de uva, o qual se pretende a apresentar à população pedritense na Feira do Livro, em outubro. Toda a produção de vinhos feitos pelos universitários terá em média de quatro a cinco meses de experimentação e trabalho até a elaboração final do produto.

 
  

Todas as Notícias

Cidade

Tradicionalismo

Geral

Agronegócios e Meio Ambiente

Notícias do Executivo

Notícias do Legislativo

Polícia

Saúde e Lazer

Previsão Climática

Voltar ao topo